Empresas criam chope, cerveja, caipirinha e suco gourmet com caldo de cana

Duas empresas viram no caldo de cana uma oportunidade de negócio: a Sustên, de Sorocaba (99 km a oeste de São Paulo), e a Garaparia & Hambúrguer Artesanal, de Caieiras (38 km ao norte de São Paulo).

Ambas criaram bebidas como chope, cerveja, caipirinha e sucos com o caldo. Depois de engarrafar o suco de cana e criar a marca Kanaí, em 2012, a Sustên lançou, no mês passado, o chope e a cerveja Kanaíba, que também levam o suco na sua composição.

A Garaparia montou um cardápio variado de sucos e de caipirinhas. As empresas não revelam os valores de investimento, faturamento e lucro.

Chope

No mês passado, a Sustên, em parceria com a cervejaria Happy Brew Beer, também de Sorocaba, lançou o chope Kanaíba. O copo de 300 ml custa R$ 10,90 e o de 500 ml, R$ 16,90.

O chope foi um teste para a cerveja, que começará a ser vendida no segundo semestre. Inicialmente serão produzidos mil litros em garrafas de 600 ml. O preço ainda não foi definido.

Suco é exportado até para o Japão

A Sustên produz 1 milhão de litros de suco por ano. O foco é o mercado internacional. Ela exporta para EUA, Alemanha, Austrália, Japão, Nova Zelândia e México. Segundo o engenheiro Rafael Luques, 37, dono da empresa, os próximos mercados serão Reino Unido e Emirados Árabes.

O litro para o consumidor final sai por R$ 14,90, e a garrafa de 250 ml custa R$ 5,90.

Garaparia sustentável

A Garaparia & Hambúrguer Artesanal planta suas próprias mudas de cana e oferece sucos com limão siciliano e gengibre e de hortelã com gengibre (R$ 6 o copo de 300). A garapa tradicional (R$ 4), com limão ou abacaxi (R$ 6) são os que mais vendem.

A empresa também produz limorata (limonada com gelo de garapa, R$ 5) e caipirinhas de garapa, com pinga e vodca (R$ 10 a R$ 18). Entre os lanches, há hambúrgueres artesanais de R$ 11 a R$ 35.

Inovação deve ser constante

Para Cássio Ferraro, consultor de marketing do Sebrae-SP (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo), as empresas que optam por investir em uma única matéria-prima precisam sempre inovar e apresentar novos produtos de uma forma constante.

“Se ficarem focadas apenas em um único produto, correm o risco de ter uma explosão de vendas em um primeiro momento, como ocorreu com as paletas mexicanas, e, depois, caírem no esquecimento.”

Ferraro diz que o público cervejeiro é aberto a experimentar novos produtos. “Só resta saber se ele vai incorporar ao seu consumo frequente.” Quanto aos sucos e caipirinhas, ele diz que devem atrair muitos clientes, mas não podem ser os únicos produtos.

“Deu para ver que a empresária está investindo, paralelamente, em um cardápio com hambúrgueres artesanais e já pensa em lançar uma linha de sobremesa com o caldo de cana.”

Onde encontrar

Sustênhttp://www.kanai.com.br
Garaparia & Hambúrguer Artesanalhttp://www.facebook.com/garapariasp

Márcia Rodrigues
Colaboração para o UOL, em São Paulo

Fonte: http://economia.uol.com.br/empreendedorismo/noticias/redacao/2016/03/24/empresas-criam-chope-cerveja-caipirinha-e-suco-gourmet-com-caldo-de-cana.htm